O Oficial

Nascido em Marliéria, filho de Manoel de Oliveira Barros e Eli Dias Quintão, ambos de nível primário, radicados na cidade de Marliéria. Seu pai maestro da banda de música da cidade, presidente da câmara por várias legislaturas, um dos vereadores bem votados no município. Também Tabelião de Notas e escrivão do Registro Civil das Pessoas Naturais; escrivão eleitoral, escrivão do serviço militar, escrivão de polícia. Sua única função remunerada era de Tabelião e Escrivão do Registro Civil. Todas as outras atividades ele as exercia em caráter voluntário, nas zonas urbana e rural. Também o seu pai atendia todo o município como agente de saúde voluntário. Seu avô também era Tabelião.

Sua mãe uma mulher estóica, religiosa, e dedicada à Igreja Católica como dama do apostolado de oração. Participava de todas as atividades da Igreja junto às lideranças e ao Pároco, o Padre.

Seu pai, ainda como músico, dedicava-se a ensinar as moças da cidade a tocar armônio (um instrumento hoje substituído pelo teclado). Seu pai também era católico, membro assíduo da congregação “Irmãos do Santíssimo”.

Seus pais tiveram 10 filhos, sendo 6 mulheres ainda vivas, e 4 homens com 3 ainda vivos. Sebastião é o 4º filho.

Sebastião estudou a escola primária nas Escolas Reunidas de Marliéria. Concluiu o primário com 11 anos. Ficou sem estudar até os 17 anos por ser um menino pobre e não dispor na cidade, à época, o Ginásio ( hoje 1º grau) e nem o Colegial (hoje o 2º grau).

Estudou o Ginásio, 1º grau, na Escola “Companhia Nacional de Educandários Gratuitos” – CINEG até a 3ª série (hoje 7ª série). Posteriormente esta escola recebeu o nome de Companhia Nacional de Escola da Comunidade – CINEC. Estudou a 4ª série no Colégio Estadual João XXIII em Ipatinga, e o Científico no Colégio São Francisco Xavier em Ipatinga.

Graduou-se em Pedagogia, área administração na Escola de Filosofia em Caratinga/MG. Graduou-se em Direito pela Faculdade de Direito de Montes Claros – UNIMONTES/MG.

Foi professor nas Escolas Municipal, Estadual João XXIII e Colégio São Francisco Xavier em Ipatinga, e na cidade de Januária.

Advogou na Comarca de Januária.

Oficial do Registro de Imóveis do Cartório do 5º Ofício da Comarca de Belo Horizonte há 30 anos.
Casado há 43 anos com Helena, pai de três filhos, Paôla, Rodrigo e Leonardo e nove netos.

É também, por vocação, fazendeiro e político. Entende que o cidadão rural é o que gera o menor custo para a nação, colabora com o fornecimento do melhor ar para nós respirarmos, e é protetor dos nossos mananciais, fornecendo-nos a melhor água e alimento.

Crê que pela política passam todas as decisões da humanidade.

É evangelista, pregador do evangelho de Jesus e um apaixonado pelo Brasil.

 

Cartório do 5º Ofício de Registro de Imóveis de Belo Horizonte

R. Alvarenga Peixoto, 568 - Lourdes - Belo Horizonte - MG

Telefone (31) 2511-9091    e-mail contato@5ribh.com.br